Diabetes em gatos

Diabetes Mellitus em Gatos

Diabetes é uma doença endócrina caracterizada pela falta de produção de insulina pelo pâncreas (diabetes tipo I) ou pela resistência das células à ação da insulina (diabetes tipo II).

A insulina é uma hormona indispensável para que as células do corpo possam utilizar o açucar como forma de energia.

Sem insulina o açucar que circula no sangue não consegue entrar para dentro das células, e há células como as do cérebro que não conseguem utilizar mais nenhuma forma de energia para poderem funcionar!

A Diabetes tem tratamento, mas sem ele os seu animal pode correr risco de vida!

  • •  Os gatos diabéticos sofrem geralmente de diabetes tipo II, ou seja, desenvolvem resistência à insulina produzida pelo próprio organismo, tal como os humanos mais idosos ou obesos.

 

  • •  Após o inicio do tratamento, recomenda-se fazer análises de sangue e urina periodicamente para garantir que a medicação está a ser adequada.

 

  • •  Alguns gatos podem ter remissão da doença e deixar de necessitar  de tratamento, enquanto outros podem necessitar de medicação toda a vida.

 

  • •  Um gato diabético corretamente tratado e vigiado pode ter uma vida tão longa e feliz quanto qualquer outro gato saudável

 

 

Sintomas de diabetes em gatos

 

A Diabetes pode existir antes que o gato se apresente "obviamente doente".

 

Os sintomas podem variar consoante a fase da doença, e podem-se observar sinais como:

 

  Aumento do consumo de água e de quantidade de urina produzida

  Urinar fora da caixa de areia

  Perda de peso

  Vómitos

  Cansaço

  Aumento ou diminuição do apetite

 

Como prevenir a diabetes?

 

A obesidade ou excesso de peso, e algumas outras condições médicas, podem conduzir a uma resistência à insulina e aumentar o risco do seu gato desenvolver diabetes. Por isso manter uma boa condição corporal do seu gato pode diminuir o risco do seu gato ficar diabético.porém nem todos os casos se podem prevenir.

Visitas regulares ao seu veterinário para exame de estado geral e analises podem aumentar as possibilidades de um diagnostico precoce e iniciar o tratamento o mais cedo possível.

 

PERGUNTE AO SEU VETERINÁRIO O QUE PODE FAZER PARA MANTER O SEU GATO SAUDÁVEL E REDUZIR O RISCO DE DIABETES!