Anestesia. Será seguro?

O meu Animal de Companhia vai ser anestesiado... Estou apreensivo!

 

Em Medicina Veterinária existem vários procedimentos que requerem que o animal seja sedado ou anestesiado para poder ser convenientemente tratado.

Num episódio de urgência, num procedimento de cuidados dentários, numa cirurgia programada, na realização de exames como endoscopias, na reparação ou imobilização de fraturas, o seu animal de estimação vai necessitar de anestesia!

 

 

Existem benefícios e existem riscos.

O dono deve poder tomar uma decisão no que respeita a submeter o seu animal de companhia a uma anestesia, de uma forma responsável e informada.

Caso se trate de uma cirurgia programada, o seu veterinário examinará minuciosamente o seu animal e fará exames que permitirão programar uma anestesia e cirurgia o mais segura possível.

O protelar de uma intervenção por "ter medo da anestesia" poderá trazer complicações e agravamento da saúde do seu animal. O seu veterinário também se preocupa com o seu animal de estimação, por isso tomará todos os devidos cuidados antes, durante e após uma intervenção cirúrgica, para que o resultado seja o melhor! Toda a avaliação pré-anestésica e pré-cirurgica, todos os procedimentos, a escolha das melhores técnicas, prever a reação de um animal a anestesia e saber controlar qualquer situação intra-operatória fazem parte do trabalho do seu Médico Veterinário!

 

 

O tempo de recuperação (recobro) após o seu animal ter sido submetido a anestesia é muito importante, pelo que será devidamente vigiado pelo seu veterinário e equipa de enfermagem. O seu animal de estimação permanecerá vigiado pela equipa até estar acordado e suficientemente alerta.

Caso o seu animal seja idoso, obeso, bebé, muito pequeno em tamanho ou tenha qualquer condição especial de saúde o seu médico veterinário terá especial atenção. Estes animais são cuidadosamente avaliados antes de uma intervenção/anestesia e serão monitorizados intensivamente durante o recobro.

anestesia 2

Os medicamentos usados para anestesiar o seu animal de estimação estão muito bem estudados em termos de segurança do seu uso, doses para cada caso e possíveis efeitos secundários. Para alem disso durante uma anestesia e intervenção cirúrgica e até estar acordado, o seu animal estará a ser avaliado constantemente a nível de funções vitais e estará também a receber cuidados de suporte adequados ao seu caso específico (ex. Fluidoterapia, analgesia, oxigénio, etc).

Se o seu animal de estimação necessita de anestesia fale com o seu Veterinário, esclareça todas as suas dúvidas para que se possa sentir mais tranquilo ao tomar a decisão de autorizar este tipo de procedimento.

O seu Veterinário trabalha para dar os melhores cuidados ao seu animal, confie no seu trabalho!

OBRIGADA POR NOS CONFIAR O SEU ANIMAL DE ESTIMAÇÃO !